sobconstrução: por uma arte revolucionária independente

Atualizado: 28 de ago. de 2021




Existem três dos inúmeros pontos sem retorno A pedra, a britadeira, a metralhadora O som é o mesmo e ele é hostil. O bruto e definitivo se alinham na pedra; A textura da pedra, A evidência da violência. A greve do mole; veja a ossatura Os buracos da pedra que portam O balanço lúcido da história A guilhotina e a mandíbula; Qual desses civilizados sofistas falará Da pedra Tão finos e desesperados Em seu perfeito tom de voz? Este som é a nossa voz Dura e incorruptível. O que temos nós a entender de restauração?


Por uma arte revolucionária independente é o livro um da sobinfluencia edições. Manifesto de fundação da FIARI, Federação Internacional da Arte Revolucionária Independente, tradução da anotação original dos cadernos de André Breton, em colaboração com Diego Rivera, em uma edição bilíngue.


Poema por Fabiana Gibim.


49 visualizações0 comentário